os principais destinos de enoturismo na Espanha

enoturismo

A Espanha é o terceiro maior produtor mundial de vinhos (atrás da França e da Itália) e o país com maior superfície cultivada de vinhedos do planeta. O vinho está muito presente na dieta e na cultura espanhola, em todas suas regiões, em qualquer parte do país.

Na década mais recente, as mais de 70 Denominaciones de Origen da Espanha investiram pesado no desenvolvimento do enoturismo, uma atividade que hoje atrai milhares de turistas ao país. No seguinte documento do Ministério da Agricultura espanhol é possível consultar um mapa onde estão identificadas todas as denominações de origem do país.

enoturismo na Espanha

Com a produção vinícola espalhada pelo país todo, inclusive nas Ilhas Baleares e nas Ilhas Canárias, seriam necessárias várias vidas para conseguir percorrer todas as regiões vinícolas do país.

enoturismo

No presente texto, o Espanha Total quer apresentar as regiões mais importantes para ajudar numa fácil identificação dos principais destinos de enoturismo da Espanha. São regiões que desenvolveram uma ótima infraestrutura para quem está interessado em percorrer vinícolas e conhecer o mundo do vinho, mas deve ficar claro que a oferta de destinos enoturistícos na Espanha é simplesmente inesgotável.

Trata-se de uma visão geral que iremos aprofundando em futuros textos dedicados a apresentar cada uma das regiões.

As principais regiões vinícolas da Espanha

Para quem gosta de vinho, os nomes das principais regiões vinícolas da España não devem surpreender, sendo que coincidem com o nome dos seus vinhos mais famosos. Estamos falando de regiões como a Ribera del Duero ou La Rioja. Outras são conhecidas por produzir um tipo específico de vinho, como é o caso de Jerez (onde é produzido o xerez) ou do Penedès (onde é produzido o cava). Vamos ver detalhes de cada uma delas e ainda mencionar uma região tão interessante quanto pouco conhecida, o Somontano.

La Rioja

La Rioja é a região vinícola mais famosa da Espanha. Extende-se por parte da Comunidad Autônoma de La Rioja, e também por uma pequena região do vizinho País Basco, conhecida como La Rioja Alavesa. Também são produzidos vinhos da denominação La Rioja em pontos específicos das comunidades autônomas de Navarra e Castilla y León.

Pela situação geográfica, é fácil combinar um roteiro de enoturismo por La Rioja com uma visita às regiões vinícolas da Ribera del Duero, do Somontano e do Penedès.

Veja nossos textos dedicados a La Rioja, Laguardia, bodegas Ysios e Arnedo, a cidade do calçado.

Ribera del Duero

A Ribera del Duero é uma região vinícola que produz vinhos de altíssima qualidade. Está localizada ao longo do rio Douro, nas províncias de Soria, Burgos, Segovia e Valladolid, na comunidade autônoma de Castilla y León. A Denominación de Origen Ribera del Duero conta com 308 bodegas, muitas das quais estão abertas à visitação.

Pela situação geográfica, é fácil combinar um roteiro de enoturismo pela Ribera del Duero com uma visita à região vinícola de La Rioja.

Veja nosso especial sobre enoturismo na Ribera del Duero.

Penedès

O Penedès é uma região vinícola famosa por elaborar a maior parte da produção de cava da Espanha. Está localizada entre as províncias de Barcelona e Tarragona, na Catalunha. A Denominación de Origen Penedès elabora, além de cavas, vinhos brancos de muita qualidade.

Pela situação geográfica, é fácil combinar um roteiro de enoturismo pelo Penedès com uma visita às regiões vinícolas de Somontano e La Rioja.

No passaporte BCN, nosso guia dedicado à cidade de Barcelona e outros destinos na Catalunha, contamos com muitos textos sobre o enoturismo no Penedès. Visitamos uma das grandes capitais da região, Sant Sadurní d’Anoia, e conhecemos o Centro de Interpretação do Cava. Detalhamos como são as visitas a várias vinícolas de destaque, incluindo a Codorníu, a Freixenet e a Cavas Gramona. Finalmente, testamos um ótimo passeio pela terra do vinho e do cava, que inclui a visitação a três vinícolas da região.

Jerez

A Denominación de Origen Jerez-Xérès-Cherry é famosa por elaborar os vinhos do tipo jerez (o famoso xerez).

Jerez de la Frontera, que fica na província de Cádiz, na Andaluzia, está bastante distante das demais denominações de origem mais conhecidas da Espanha.

Em breve, vamos desenvolver um texto mais extenso sobre o enoturismo em Jerez. Enquanto isso, indicamos a leitura do texto Jerez de la Frontera

Somontano

O Somontano é uma região na província de Huesca, próxima das montanhas dos Pireneus, onde são elaborados excelentes vinhos sob a Denominación de Origen Somontano. Sua capital é a cidade de Barbastro.

Pela situação geográfica, é bastante fácil combinar um roteiro de enoturismo pelo Somontano com uma visita às regiões vinícolas de La Rioja e Penedès.

Em breve, vamos desenvolver um texto mais extenso sobre o enoturismo no Somontano.

Marqués de Riscal, Elciego, La Rioja

Os vinotéis da Espanha

Espalhados por muitas das regiões vinícolas da Espanha, você vai encontrar excelentes vinoteles, os hotéis do vinho. Clique no link para saber mais sobre eles, são uma excelente opção de hospedagem para quem está querendo fazer uma viagem de enoturismo pela Espanha.

2 pensamentos sobre “os principais destinos de enoturismo na Espanha”

  1. Olá!!! Estou indo para Madri em maio por 12 dias e gostaria de fazer um roteiro incluindo visitas a vinicolas na região de ribera ou la rioja. Pensei em montar uma base em alguma dessas regioes e que fosse de facil locomoção (não estarei de carro). O que vcs sugerem nessas 2 regôes ?

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Olá Rachel, na verdade, percorrer regiões vinícolas, onde as bodegas estão espalhadas por um amplo território, fica bastante complicado para quem não conta com carro. Na Ribera del Duero, tente montar base em Peñafiel. Em La Rioja, tente montar base em Laguardia. São duas cidadezinhas muito lindas.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *