Menu

o que comer em Granada

quando ir a Granada | quantos dias ficar em Granada | como chegar em Granada | como se locomover em Granada | onde se hospedar em Granada | o que fazer em Granada | o que comer em Granada | dicas para visitar La Alhambra de Granada

A comida é uma parte essencial da experiência granadina. Saiba mais sobre a popular cultura das tapas e leia sobre os tipos de bebidas que vão matar sua sede.

A cultura das tapas

Quando se pensa na Espanha e sua culinária, a primeira ideia que vem à cabeça são as tapas. Associamos as tapas à Espanha como a massa à Itália ou o curry à Índia. O que são exatamente as tapas? As tapas são “pequenos pratos” típicos da Espanha toda. As combinações de ingredientes que podem ser encontrados nas tapas são infinitas, a variedade de tapas é interminável.

Comer tapas é parte da cultura espanhola e uma forma de se relacionar socialmente com os outros. Existem tapas fantásticas desde o norte, na Galícia, até o ponto mais ao sul, nas Ilhas Canárias, na direção da África.

A cultura da tapa em Granada, com uma extensa variedade de pratos e ingredientes, é uma das mais conhecidas e admiradas da Espanha. Em Granada, as tapas são assunto sério.

o que comer em Granada

De tapas

Os granadinos adoram salir de tapas, um ingrediente essencial da vida na cidade. Tapear é um ritual social. Porém, muito informal. Por isso os bares normalmente ficam lotados, com muita gente tendo que comer em pé ou ao redor de pequenas mesas. Os bares de tapas são barulhentos, lotados e com uma atmosfera própria.

Em Granada, a tradição é que todas as bebidas, já seja vinho, cerveja ou qualquer outra bebida, sejam servidas acompanhadas por uma tapa como cortesia. Na maioria dos bares, o garçom escolhe a tapa que vai servir para você, dependendo dos pratos que estiverem saindo da cozinha no momento. Em alguns bares, é possível escolher a tapa entre uma lista. Com três bebidas e três tapas como cortesia, você faz uma refeição gastando muito pouco!

É por isso que os granadinos aproveitam suas saídas de bares para almoçar ou jantar. Em geral, as porções são fartas e acabam dispensando mais complementos, principalmente depois de uma longa sessão de tapas. Por essa razão, muitos bares abrem bastante tarde no horário do almoço (a partir das 13 horas, ou inclusive mais tarde) e no horário da janta também (a partir das 20:30h).

Quando o tempo permite, muitos bares colocam mesas nas calçadas e nas praças (criando as populares terrazas) onde é possível sentar, comer, beber e, ao mesmo tempo, contemplar a vida da cidade. Na primavera, no verão e no outono, as ruas do centro histórico de Granada são ponto de encontro de locais e turistas.

Uma dica para vegetarianos

A Espanha não é um país de vegetarianos. Por isso, a comida não é adaptada para este coletivo. Mesmo as tapas que aparentam ser, “sem dúvida nenhuma”, vegetarianas, com frequência tem carne ou peixe. Por exemplo, a clássica ensaladilla (salada de batata) é servida com camarões e os cogumelos na grelha são servidos com quadradinhos de presunto curado.

A melhor solução é pedir para o garçom tapas sem carne ou peixe: “Soy vegetariano/a. ¿Qué tapas tiene sin carne ni pescado?”.

Caso não seja radical, sempre dá para separar de um lado todos os ingredientes não-vegetarianos!

O café da manhã

o que comer em Granada

Quem viaja para a Espanha deve saber que o café da manhã de lá não é grande coisa, quando comparado com o padrão brasileiro. A maioria dos espanhóis sobrevive com um café e um docinho. Na Andaluzia, porém, o café da manhã é considerado como uma refeição muito importante, que segue um ritual muito característico.

Dentro da Andaluzia os granadinos não são uma exceção. Eles normalmente beliscam alguma coisa de manhã cedo, por volta das 7:30h, para tomar o café da manhã em um bar por volta das 10h. O café da manhã é um compromisso diário que os granadinos curtem, como você vai poder comprovar ao ver muita gente tomando um café e comendo a típica tostada.

Uma tostada, torrada em português, é muito mais que um simples pedaço de pão com manteiga e geleia. Há muitos ingredientes que podem ser colocados na torrada. As torradas são apresentadas em dois tamanhos diferentes, a media (que é a metade aberta de um pãozinho) e a entera (que é o pãozinho inteiro, aberto ao meio).

A maioria dos bares oferece pão branco e pão integral. Os pães mais saborosos são o mollete, de forma arredondada, macio por dentro e crocante por fora, e a andaluza, que parece um paõzinho grande, mas muito mais crocante.

o que comer em Granada

Pratos típicos de Granada

Indo além das tapas, entre os muitos pratos típicos de Granada há quatro delícias que você deve conhecer.

  • habas con jamón. É um dois pratos mais típicos de Granada, elaborado com um ingrediente local que está disponível nos mercados entre março e outubro. As habas são um tipo de feijão verde, carnudo, que é preparado na panela junto com pedaços de presunto curado. Podem ser servidas com um ovo frito por cima. Uma autêntica iguaria!
  • berenjenas com miel. Beringelas fatiadas, empanadas e servidas com mel de cana.
  • cazón en adobo. Caçao cortado em cubos, temperado e frito. É um prato muito popular na Andaluzia toda.
  • piononos. Os piononos são o doce mais típico de Granada. Originários de Santa Fe, uma cidade vizinha, o nome homenageia o papa Pío IX. Consiste em uma fina lâmina de pão-de-ló enrolada como um minirrocambole e banhada com uma calda.

A bebida

Muitos acreditam que os espanhóis bebem sangría o tempo todo, quando na verdade as bebidas mais populares são outras.

A seguinte lista apresenta algumas bebidas muito típicas de Granada.

  • Cerveza (cerveja): a cerveja é tão popular na Espanha que o país é o quarto produtor europeu de cerveja lager e o décimo do mundo. A maioria dos espanhóis bebe cerveja como se fosse um refrigerante e isto acontece ainda mais na quente Andaluzia, onde cervejas geladas são consumidas em qualquer momento do dia ou da noite. A marca mais popular em Granada é a cerveja de origem local Alhambra. Mammooth e Alpujarra são outras marcas locais de cerveja.
  • Clara con blanca: cerveja misturada com gaseosa, uma bebida com gás com um leve sabor doce. Uma versão mais doce da bebida é conseguida trocando a gaseosa pelo limón (refrigerante de limão).
  • Vinho: Granada conta com uma denominação de origem, a Vino de Calidad de Granada. O vinho é muito consumido durante as refeições ou como acompanhamento dos tira-gostos. Tinto, branco ou rosé, escolha o vinho da sua preferência.
  • Sangría: é preparada com vinho tinto, suco de laranja (ou refrigerante de laranja), pedaços de pêssego, laranja e limão e muitas pedras de gelo. Costumava ser uma bebida muito popular no verão porque é refrescante, barata e fácil de preparar. Mas hoje é consumida principalmente por turistas em bares e restaurantes onde é servida em grandes jarras.
  • Tinto de verano: uma bebida muito popular no verão. É menos forte que a sangria e é preparada com vinho tinto e gaseosa.
  • Granizado: uma espécie de raspadinha mais líquida, muito consumida no verão. O sabor mais popular é o granizado de limón, preparado com limão siciliano e pedras de gelo moídas. Normalmente é comercializado nas sorveterias durante o período de calor.
  • Chá árabe: a deliciosa tradição árabe de tomar chá é mantida vida nas teterías (casas de chá) de Granada. O tradicional té moruno, típico de Marrocos, é delicioso.

Granada no Espanha Total

O texto Granada contém o índice de informações sobre Granada no Espanha Total. Os textos mais importantes são:

quando ir a Granada | quantos dias ficar em Granada | como chegar em Granada | como se locomover em Granada | onde se hospedar em Granada | o que fazer em Granada | o que comer em Granada | dicas para visitar La Alhambra de Granada | como comprar ingressos para a Alhambra de Granada | os ingressos para a Alhambra estão esgotados | vale a pena a visita noturna a La Alhambra

Mais informação sobre Granada

granada em dois dias

Veja Granada em dois dias, nosso guia com tudo o que você precisa saber para aproveitar Granada ao máximo durante dois dias.

Você vai adorar nosso guia, que conta com vários roteiros que resolvem o problema de como organizar seu tempo em Granada. Você faz um investimento na aquisição do guia de Granada e tem à disposição toda a informação essencial para aproveitar essa bela cidade ao máximo.

Por menos do que você vai gastar em um típico café da manhã granadino para duas pessoas, você resolve sua viagem para Granada, aproveitando 100% seu tempo e sabendo que não vai precisar se preocupar com o planejamento, que você não vai perder nenhum lugar de interesse na cidade e que ainda vai fazer grandes descobertas culinárias. Você pode guardar o guia no seu tablet ou smartphone e consultar os roteiros ao longo do caminho, mesmo que não tiver acesso à internet.

Cada um dos roteiros conta com um mapa para poder seguí-los com facilidade. E uma coisa muito legal dos roteiros do guia é que contam com dicas exclusivas de bares e restaurantes ao longo de cada um deles. Veja, aqui, todas as informações sobre o guia, que acreditamos ser um ótimo investimento para que o aproveitamento da sua viagem seja total.

Além disso, os leitores dos nossos guias, inclusive o guia de Granada, contam com uma consultoria de roteiros, um serviço gratuito e exclusivo destinado a tirar dúvidas sobre a organização e otimização da sua viagem à Espanha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima