dicas para dirigir na Espanha

Este texto, do nosso dossiê sobre dirigir na Espanha, contém várias dicas sobre aspectos da condução na Espanha que são diferentes do que costuma ser habitual em muitas partes do Brasil.

dirigir na espanha

Leia nossas dicas e seja um conductor melhor preparado para dirigir na Espanha.

Acidentes

Vamos começar com as boas notícias. O número de acidentes de trânsito na Espanha não para de cair. Em 2013 registrou um mínimo histórico, totalizando 1.680 mortos em acidentes nas estradas do país. Em comparação, no Brasil o número de falecidos em acidentes de trânsito registrou 40.500 vítimas no mesmo periodo. O índice de vítimas mortais na Espanha é de 3,6 mortos para cada 100.000 habitantes; no Brasil, são 20 mortos para cada 100.000 habitantes (e na Espanha são contabilizadas também as vítimas que chegam a falecer no hospital em decorrência do acidente). A Espanha é hoje o quinto país da União Europeia com menor número de vítimas mortais produzidas por acidentes de trânsito.

A baixa siniestralidade das estradas espanholas não significa que você deva relaxar e achar que é tudo perfeito. Há muitos barbeiros soltos nas estradas da Espanha, mas nada que seja um desafio para quem dirige no Brasil.

Antes de mais nada, confira se você está de posse de um seguro de viagem e verifique as coberturas relacionadas com a condução de um carro alugado.

Preste atenção

Mais uma vez, devemos salientar que dirigir na Espanha é fichinha para quem está acostumado com o trânsito brasileiro, tanto nas cidades como nas estradas.

Porém, há várias áreas onde existem diferenças importantes que você deve conhecer.

1. Indicador de direção (pisca-pisca).

Na Espanha o uso do intermitente, o pisca-pisca, é muito mais respeitado do que no Brasil. Até porque é obrigatório e deixar de utilizá-lo rende multa. Na ultrapassagem, use o indicador à esquerda na hora de ultrapassar e o indicador à direita na hora de voltar à sua faixa. Você pode ficar surpreso, mas deve fazer isso mesmo que você estiver dirigindo em uma rodovia duplicada! É muito engraçado, tem carrão dirigindo muito acima do limite de velocidade, ultrapassando você em uma velocidade absurda, e mesmo assim sinaliza a ultrapassagem com o indicador de direção.

2. Farol

É obrigatório acender o farol dentro de túneis e outros lugares escuros. Se não fizer isso e for pego, é multa na certa.

3. Faixa de pedestre

Na Espanha a faixa de pedestres é respeitada e você não precisa fazer nenhum sinal para que os carros parem para você passar. Essa é a regra, mas que também pode ter uma exceção. Pode acontecer de algum afobadinho passar direto sem parar, mas a maioria respeita a faixa. Multa pesada se você não respeitar o pedestre.

4. Cuidado com os ciclistas

O ciclismo é uma paixão nacional na Espanha, e muitos ciclistas amadores saem pelas estradas, principalmente durante o final de semana. Ultrapasse sem colocar o ciclista em risco, deixando pelo menos 1,50m entre a lateral do carro e o ciclista.

5. A faixa de acostamento

O arcén (a faixa de acostamento) é reservado às emergências. Nem pense em usá-lo para fugir de um engarrafamento.

6. Atravessando vilarejos

Em estradas que atravessam vilarejos, você deve prestar atenção ao limite de velocidade, que diminui drasticamente. Dentro de um vilarejo você não pode dirigir a mais de 50 km/h, e em muitos lugares esse limite é ainda menor. Os vilarejos são ótimos lugares para a policia rodoviária colocar seus radares.

7. Beber e dirigir

Nem cogite beber e dirigir. A lei é severa e a aplicação da lei é severa também. Se você se recusar a soprar no bafómetro, irá preso e pode pegar pena de prisão. Saiba mais sobre os limites de álcool no sangue aceitos pela legislação espanhola lendo o seguinte folheto da DGT, o DETRAN espanhol.

8. Propina

Não é que na Espanha não exista corrupção, existe e muita. Mas oferecer propina para um agente de policia pode render uma ordem de prisão na hora.

9. Estado das estradas

É possível conferir o estado das estradas na Espanha no site da DGT, o Detran espanhol.

A DGT conta também com um aplicativo gratuito com informação sobre o estado das estradas disponível para iOS e para Android.

Confira os melhores preços

Somos parceiros da rentalcars.com, o maior comparador de ofertas de aluguel de carros do mundo. A rentalcars.com pertence ao mesmo grupo do Booking, a maior página de reservas de hospedagem. A rentalcars. com trabalha com os principais fornecedores, oferecendo ótimos preços em todos os tipos de carros, incluindo carros de luxo, vans, minivans e carros automáticos. Com uma central de atendimento multilingue, aberta 7 dias por semana, permite localizar os melhores preços de aluguel de carro sempre que quiser e onde quer que você esteja indo.

Aproveite para consultar preços no seguinte buscador da rentalcars.com!

3. Mais informações sobre dirigir na Espanha

Este texto forma parte do nosso dossiê sobre dirigir na Espanha.

Veja:

15 comentários em “dicas para dirigir na Espanha”

  1. Avatar

    Ótimo post! Só tenho curiosidade em relação ao limite de álcool permitido para dirigir, pois na Espanha há o costume de tomar vinho durante as refeições. Como fica isso? Pelo menos algumas taças são permitidas? Ahahaha

    1. Avatar

      Prezado José Mauricio, o limite é de 0,25 mg/l, o que permite beber uma cerveja ou uma taça de vinho, dependendo da pessoa. A multa mínima por ultrapassar esse limite é de 500 euros. A partir de 0,50 mg/l, a multa é de 1.000 euros. Infelizmente, ainda tem muito motorista que bebe e dirige, mas nada parecido com os índices do Brasil. Abraço.

  2. Avatar

    Olá, gostaria de saber sobre os pedágio, por favor. Como saber se uma via é pedagiada, quais os valores e onde pagar? Também pretendo ir em fevereiro e, por isso, tenho medo do carro escorregar nas estradas por causa da neve. Isso é comum? Há como deixar o trajeto mais seguro? Obrigada!

    1. Avatar

      Prezada Camila, no momento estamos viajando. Na nossa volta, no dia 7 de outubro, responderemos sua consulta com a atenção e carinho que merece. Aproveite enquanto isso para dar uma olhada nos textos do site, com muitas informações para ajudar a preparar sua viagem. Abraço.

      1. Avatar

        Prezada Camila, veja o texto os tipos de estrada na Espanha para entender como são as estradas do país. As estradas pedagiadas aparecem identificadas no mapa com as letras AP, o valor do pedágio muda dependendo da estrada e a distância percorrida. Pode usar o Via Michelin para calcular os valores dos pedágios na rota que interessa mais para você. Nas rodovias pedagiadas há cabines ao longo da rota onde deve ser pago o pedágio. Em fevereiro a possibilidade de neve nas rotas nas montanhas é muito alta. Já nas rotas principais, há uma frota enorme de máquinas mantendo as estradas principais sempre limpas de neve. Se houver previsão de neve, evite dirigir à noite. Abraço.

  3. Avatar

    Boa tarde! Você já utilizou a empresa GoldCar para alugar carros na Espanha? Como ela apresenta um valor bem abaixo das demais fiquei preocupada sobre sua idoneidade. Obrigada.

  4. Avatar

    Olá
    Estou pensando em julho fazer uma viagem de carro pela Espanha. Já conheço alguns lugares, mas estes foram oercorridos em excursão e é a primeira vez que iremos nos aventurar de carro.
    Pensamos em começar em Madrid, Málaga, Almeria, Cartagena, Valência, Barcelona, Madrid… seguir todo litoral! É um bom roteiro? Precisamos de dicas!!! Obrigada

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Sergio, não existe um tipo único de cabine de pedágio, depende da empresa operadora da concessão. Você pode pagar em dinheiro ou com cartão de crédito/débito. Abraço.

  5. Avatar

    Bom dia!
    Cartão de credito internacional emitido no Brasil é aceito para pagar o pedágio?
    Pergunto porque na França não é aceito. Como não achei a cabine onde aceitava dinheiro, bloqueei a cabine por 3 vezes, até que apareceu alguém para ajudar.
    Obrigado.

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Bom dia, Roberto, nunca usamos um cartão brasileiro para pagar pedágio, e por isso não podemos responder sua pergunta. Não vemos porque não seria aceito (sempre que estivesse habilitado para pagamentos no exterior), mas não temos experiência no assunto. Tenha um plano B na hora de se aproximar do pedágio. Abraço.

  6. Avatar

    Boa noite Tony!

    Vamos ficar 20 dias de ferias na Espanha em Junho 2019. Pensei no seguinte roteiro: Madri, Toledo, Sevilha, Malaga, Granada, Cordoba, Valencia, Barcelona e a ilha de Mallorca. Você acha que 20 dias da para conhecer esses lugares?
    Na sua opiniao, qual a melhor cidade para alugar o carro ?

    Obrigada!

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Bom dia, Eliane, como explicamos no texto como se locomover na Espanha de carro, o carro não é uma boa opção para os destinos urbanos da Espanha. Em geral, o transporte público dentro das cidades é muito bom, o trânsito é pesado e estacionar é bastante complicado (e ainda tem um custo alto). O carro é interessante para visitar o interior rural da Espanha. Na consultoria de roteiros ajudamos com a elaboração de roteiros, contribuindo com nossa longa experiência viajando pela Espanha a aperfeiçoar e aproveitar seu roteiro ao máximo. Abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *