como solicitar a devolução do IVA na Espanha

devolução do iva

Os turistas estrangeiros que visitam a Espanha podem solicitar a devolução do IVA pago, nas compras de produtos que serão levados para fora da Espanha (ou da União Europeia).

Redigimos o presente texto para tirar todas suas dúvidas sobre a solicitação da devolução do IVA e para saber, de forma fácil de entender, como funciona o trâmite.

O qué é o IVA?

O IVA, o Impuesto sobre el Valor Añadido (imposto sobre o valor acrescentado), é o principal imposto pago pelo consumidor na Espanha. A taxa normal do IVA é de 21%. Além da taxa principal, existem mais dois tipos especiais de IVA: de 10% e de 4%.

Não é necessário esquentar muito a cabeça tentando entender a estrutura do IVA na Espanha: todos os preços que você vai encontrar em lojas, transportes, hospedagem e atrações turísticas já devem incluir o IVA.

Quem tem direito à devolução do IVA?

Para ter direito a compras tax-free, isto é, com direito à devolução do imposto, é necessário:

  • que você resida fora da União Europeia.
  • que você realize compras em uma mesma loja da Espanha por um valor superior a 90,15€. A loja deve participar do programa Tax Free. A grande maioria das lojas da Espanha fazem parte do programa, mesmo que não coloquem um cartaz na parte exterior do estabelecimento. Na dúvida, sempre é bom perguntar antes de comprar.
  • que você esteja solicitando a devolução do IVA correspondente à compra de um produto. A devolução não contempla despesas com serviços, tais como: hospedagem, alimentação, ingressos ou aluguel de veículos.
  • apresentar seu passaporte no ato da compra (apresente o passaporte original!).
  • na alfândega no aeroporto, apresentar a nota fiscal correspondente à compra acompanhada pelos produtos comprados. Não esqueça que pode ser solicitada a apresentação do produto comprado!

devoluçao iva

Qual é a porcentagem de imposto que vou receber de volta?

Muitas pessoas ficam frustradas quando percebem que a devolução do IVA não contempla 100% do valor do imposto pago. Às vezes, tem até quem acha que foi enganado. Por isso, é muito importante entender que a devolução do IVA não significa que você vai receber 100% do imposto pago.

Existe um teto legal que determina a porcentagem do imposto que deve ser devolvido. Esse teto é de 15,70%. Sobre essa porcentagem, ainda incide a comissão cobrada pela empresa autorizada para gerenciar a devolução do IVA, uma comissão que também é regulada por uma lei.

O cálculo definitivo é muito complexo, mas considere que por uma compra de 100€ (quantidade que já inclui 21% de IVA), você vai rever aproxidamente 10,50€.

E as compras em outros países da Europa?

O sistema de Tax Free não fica limitado às compras realizadas na Espanha. Você vai poder pedir a devolução do IVA correspondente a compras realizadas em outros países da União Europeia que formem parte do roteiro da sua viagem.

Guarde as notas de compra de todos os produtos. acompanhadas dos devidos formulários de Tax Free, para apresentá-las todas juntas no aeroporto de saída da União Europeia.

devolução do iva

A devolução do IVA, passo a passo

Vamos explicar de forma didática como é o passo a passo da obtenção da devolução do IVA. O trâmite é formado por 3 passos:

  1. obtenção do formulário do IVA no momento da compra.
  2. carimbo da alfândega no formulário.
  3. devolução do dinheiro por parte da empresa credenciada pelas autoridades.

É importante entender que, mesmo que o passo 3. possa acontecer antes que o passo 2. todos são obrigatórios.

Passo 1. Compras.

No momento de realizar suas compras, exija o formulário do tax free por todas as compras realizadas por um valor superior a 90,15€ em uma mesma loja. A loja vai preencher o formulário com seus dados, os dados da compra efetuada e os dados da loja.

A loja vai indicar para você qual é a empresa responsável pela devolução do IVA. Cada loja trabalha com uma empresa específica.

Passo 2. Carimbo na alfândega.

Para ter direito à devolução do IVA, é imprescindível que você obtenha o carimbo da alfândega no formulário para a devolução do IVA. Esse carimbo deve ser obtido no último aeroporto antes de deixar a União Europeia.

No caso da Espanha, o orgão responsável pelo trâmite é a Guardia Civil, e no aeroporto você deverá procurar pela Oficina de Devolución del IVA. Lembre-se que você não deve colocar na sua bagagem os produtos para os quais está solicitando a devolução do IVA. Se você não apresentar os produtos, a Guardia Civil não vai colocar o carimbo no formulário.

O que acontece se seu voo que parte da Espanha não vai levá-lo fora da União Europeia?

Imaginemos, por exemplo, que você não vai voar direto de Madri para São Paulo. Antes, você vai fazer uma escala em Lisboa, trocando de aeronave. Nesse caso, você deverá carimbar sua documentação no escritório do IVA do aeroporto de Lisboa.

E se a escala for muito curta?

Agora é que são elas. Conversamos recentemente com a Guardia Civil no aeroporto de Madri. Fomos informados que, pela lei, a Guardia Civil da Espanha não pode carimbar um formulário de um passageiro que está voando para outro aeroporto dentro da União Europeia. Também confidenciou, off-the-record, que no caso de conexões muito curtas (imagine que você unicamente tenha, continuando com nosso exemplo, uma conexão de 45 minutos em Lisboa), e segundo o critério e disposição do agente da Guardia Civil presente no momento, podem facilitar a vida do viajante carimbando o formulário. Não conte com isso, mas se sua conexão for curta e você tiver medo de não conseguir completar o trâmite no aeroporto de conexão, pode valer a pena tentar no escritório do IVA do aeroporto na Espanha.

Passo 3. Entrega do formulário carimbado à empresa responsável pela devolução do IVA.

É imprescindível que, no momento que já tiver o carimbo da alfândega no formulário, o entregue para a empresa responsável pela devolução do IVA.

Essa entrega pode ser feito de duas formas diferentes:

  • as principais empresas contam com escritórios nos maiores aeroportos. Se o escritório da empresa, que costuma ficar logo depois do controle de imigração de saída do país, estiver aberto, aproveite para entregar o formulário.
  • pelo correio. De volta em casa, encaminhe o formulário pelo correio para o endereço que a empresa deverá ter fornecido para o encaminhamento do documento.

Se você não encaminhar para a empresa o formulário carimbado pela alfândega, não vai ter direito à devolução do IVA. Se a empresa já tiver adiantado para você a devolução do IVA (veja o seguinte ponto) e você não encaminhar o formulário devidamente carimbado para ela, terá o valor da devolução debitado no seu cartão, somando o importe pago e ainda pode incluir o acréscimo de uma multa.

Passo 4. A devolução do dinheiro.

Até pouco tempo atrás, o procedimento para obter a devolução do dinheiro devia ser efetuado necessariamente no aeroporto de saída do país, nos escritórios das empresas credenciadas pelas autoridades espanholas para a realização do trâmite.

Porém, em anos recentes (Barcelona foi a pionera), as empresas estão permitindo a obtenção da devolução do dinheiro em escritórios no centro das principais cidades turísticas da Espanha. As empresas vão adiantar a devolução do imposto para você, que poderá recebê-lo no seu cartão de crédito ou em dinheiro.

É importante entender que, no caso do recebemento antecipado da devolução do imposto, os passos 2 e 3 ainda serão obrigatórios. A única mudança no trâmite é a ordem. Você vai receber o dinheiro primeiro para mais tarde obter o carimbo da alfândega e proceder com a entrega da documentação à respectiva empresa que realizou o adiantamento.

Dica valiosa do Espanha Total

Está querendo solicitar a devolução do IVA? Chegue no aeroporto com tempo suficiente. A Espanha recebe muitos turistas e as filas no escritório de devolução do IVA podem ser muito demoradas. Vários leitores relataram que tiveram que abrir mão de solicitar a devolução do IVA por causa das filas. Então, quer garantir a devolução do IVA? Chegue bastante antes no aeroporto.

Alguma dúvida sobre a devolução do IVA?

Para quem nunca solicitou a devolução do IVA, o trâmite pode parecer assustador, quando na verdade é bastante simples. Você compra, pede o formulário, carimba o formulário na alfândega e entrega o formulário na empresa conveniada com a loja. Simples assim.

Mas se você quiser qualquer esclarecimento, as caixas de comentários do texto estão abertas para suas consultas. Unicamente pedimos a gentileza de ler o texto acima antes de perguntar.

86 pensamentos sobre “como solicitar a devolução do IVA na Espanha”

  1. ótimo texto. Muito orientador mesmo. Agora, uma dúvida: no adiantamento da devolução do IVA, há algum desconto no valor que irei receber ou é o mesmo valor de receber após a entrega padrão?

    1. Roberto, se você receber o estorno no seu cartão de crédito, não haverá nenhuma cobrança adicional. Já para devoluções em dinheiro, há empresas que costumam cobrar uma taxa fixa. Abraço.

  2. Olá Tony
    Parabéns pelo site. Recebtimente comprei alguns guias de vcs e estou adorando usá-los no planejamento da minha viagem a Espanha.
    Seguindo o tema do tópico. Irei para Espanha em Janeiro. Madri e depois Barcelona. Retornarei ao brasil saindo de Barcelona e fazendo escala em Madrid ( escala de cerca de 1:30h) e voo direto para São Paulo.
    Minha dúvida é se consigo fazer todo o procedimento em Barcelona mesmo ou vou ter de fazer em Madri por ser o último aeroporto que irei passar antes de sair da união europeia?
    Desde já agradeço a atenção

    1. Prezado Jackson, seja bem-vindo ao Espanha Total. Esperamos que você aproveite muito nossos guias. Sobre sua consulta, em teoria, você deveria fazer o procedimento da alfândega no aeroporto de Madri. O problema é que sua escala é bastante curta e pode acontecer de haver fila no guichê da devolução do IVA. O que você poderia fazer é tentar completar o trâmite em Barcelona, explicando para o agente que sua conexão em Madri é muito curta. Mas veja o que falamos no texto acima sobre o assunto, o agente pode querer ou não fazer essa gentileza para você. Os agentes não estão obrigados nesses casos. O ideal para quem está querendo solicitar a devolução do IVA é programar uma conexão com tempo suficiente para fazer o trâmite de forma tranquila. Adorariamos saber como foi sua experiência. Abraço.

  3. Olá, boa noite!
    Pretendo comprar um iPad na Apple de Barcelona no valor de 970 euros, já inclusos 121 euros de IVA. Então se eu pedir a restituição receberei 15% de 121 e não dos 970, correto?

      1. Muito bom, já ajudou bastante, mas ainda com duvida sobre o teto:
        Imagine que comprei 1 produto de 1.500 em uma loja, outro de 500,00 em outra, outros de 400,00 em outra, teria 3 tickets diferentes, e o teto de 15% é sobre cada um dos 3 impostos ?

        1. Marcelo, o teto é tanto sobre as compras individuais quanto sobre o total, o cálculo acaba sendo o mesmo. 15% sobre 1.500, 500 e 400 é a mesma coisa que 15% sobre 2.400. Abraço.

  4. Olá.
    Você tem algumas dicas para o caso em que a compra foi feita online?

    Mais especificamente, no passo 1, você diz que “No momento de realizar suas compras, exija o formulário do tax free por todas as compras realizadas por um valor superior a 90,15€ em uma mesma loja. A loja vai preencher o formulário com seus dados, os dados da compra efetuada e os dados da loja.”

    Efetuei uma compra com valor maior que 90,15euros na Amazon Espanha (www.amazon.es) e quero pedir tax free dessa compra.

    Enviei email para a Amazon e me disseram que tenho que enviar para eles a nota fiscal da compra carimbada. Mas como fiz a compra online, não pude seguir o que você indica no passo 1, ou seja, não exigi o formulário do tax free por todas as compras. Como proceder neste caso?

    1. Olá Jackson. O programa de devolução do IVA foi desenvolvido quando unicamente existiam lojas físicas. No caso da Amazon, o que sabemos sobre como funciona o sistema está explicado aqui. Nenhum leitor relatou para a gente ainda como foi a experiência de tentar carimbar na alfândega uma nota fiscal da Amazon, sem o formulário do Tax Free. Acreditamos que conseguir o carimbo não deva ser um problema, mas não temos a certeza absoluta. Garanta que você imprimiu corretamente sua “factura de compra”, o recibo de compra não serve. Abraço.

  5. Bom dia!Gostaria de saber como faço para reclamar quando não é depositado em euros em seu cartão?Fiz essa opção no aeroporto antes de embarcar e já se passou praticamente mês e meio e nada …Como recorrer?Aguardo confiante resposta.Desde já obrigada,Cris.

    1. Bom dia, Maria Cristina, você deverá entrar em contato com o SAC da empresa responsável pela tramitação da devolução (você não indica qual é). Abraço.

  6. Ola, eu comprei uma bike em loja que nao me entregou o formulario de tax free; so a fatura. Posteriormente, a loja me informou que poderia me devolver o IVA em dinheiro, se eu enviar a fatura com selo da aduana brasileira. So que a aduana brasileira me entregou uma so via, de forma que nao posso enviar para a loja. Existe alguma forma de receber esse IVA? Pois assim, paguei imposto na Espanha e no Brasil.

    1. Olá, se você não carimbou a fatura na alfândega espanhola (passo 2 no texto acima), não há o que fazer (não entendemos como a empresa pode ter falado para você que a fatura da alfândega brasileira seria suficiente). Você pode tentar encaminhar uma cópia autenticada da fatura da receita brasileira, mas insistimos, desconhecemos o procedimento que está sendo proposto pela empresa espanhola. Não mande a via original.
      Você não pagou duas vezes o mesmo imposto. Na Espanha você pagou o IVA, tanto pela bike como por qualquer outro produto ou serviço que você usou durante sua viagem. No Brasil, você deve ter pago algum imposto de importação em decorrência do valor da bike. São tributos diferentes.

    2. Oi Flávia! Por curiosidade, qdo vc passou com a bike, encaixotou e ela chegou inteirinha? Pergunto pq quero comprar também…Se puder e quiser, conte-me mais da experiência de trazer a bike de lá…Obrigado.

      1. Oi Jocimar, Nunca trouxe uma bike, mas tenho trazido e levado outros itens tbm de tamanho grande. Dependendo do esquema de bagagem que seu bilhete te dê direito (já que as regras mudaram pra pior) vc pode sim despachar como se fosse uma mala diretamente no momento do checkin, só precisa estar atento ao peso e claro, a embalagem precisar estar devidamente etiquetada com seus dados. reforce as aberturas da caixa com fitas adesivas e coloque um papel com seus dados no Brasil. E pronto!!!!
        Os preços costumam valer muito a pena na Decathlon. Atente-se tbm ao fato de vc ser taxado na alfandega de chegada ao Brasil. Mas não tem mistérios viu!

        1. Muito obrigado por compartilhar sua experiência, Fabiane. Como o assunto do presente texto é a devolução do IVA, queríamos salientar a importância de obter o carimbo da alfândega antes de fazer o check-in da bike, sendo que o funcionário da alfândega pode querer ver a bike antes de carimbar o documento. Sem o carimbo, não há devolução do imposto. Abraço.

  7. Boa tarde. Gostaria de tirar uma dúvida. Meu vôo sai de Madrid com conexão em Lisboa para depois chegar no Brasil. Devo pedir a devolução do IVA em Madrid ou em Lisboa? Se for em Madrid acho que não terei como solicitar o IVA pois meu vôo parte as 07:30. E estava vendo o horário de funcionamento é das 07 as 22h. Nesse caso não terei como solicitar o reembolso ou terei outra alternativa? Obrigada.

  8. Boa noite!

    Gosta de saber como faço para apresentar produtos que não podem ser carregados na bagagem de mão, como perfumes, por exemplo.

    Fiz uma compra na sephora e, pelo que eu entendi, tenho que apresentar os produtos na alfândega que fica na zona de embarque. Meu problema é que não posso viajar com esses produtos na bagagem de mão

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Bom dia, Vinicius, apresente os produtos no guichê da alfândega que fica na parte aberta do aeroporto, antes de fazer o check-in da sua bagagem, assim os líquidos podem ser acondicionados na mala que será faturada posteriormente Abraço.

  9. Boa noite. Gostaria de uma informação. Fiz compras em diferentes lojas e Portugal e Espanha que utilizam diferentes agentes o Tax Free. Volto ao Brasil por Madrid assim, gostaria de entender o procedimento para entrega das notas no Aeroporto Barajas.

    1. Bom dia, o procedimento está explicado com bastante detalhe no texto acima. No ponto 3, você vai ter que se encaminhar até o escritório de tantas quantas empresas você houver usado.

  10. Boa tarde! Muito boas as dicas. Tenho a intenção de comprar uma bike em Pamplona, mas volto por Portugal. Preciso saber em relação ao item 2, necessário mostrar a bike então para o fiscal carimbar? Não vou poder desmontá-la e encaixotá-la então? Ou será que ele aceitará a bike desmontada e encaixotada? Obrigado pela atenção.

    1. Bom dia, Jocimar, você vai ter que apresentar a bike para o fiscal carimbar, sim. Pode ser encaixotada, isso não é um problema, sempre que seja possível ver que trata-se de uma bike. Abraço.

  11. Bom dia! Suas dicas são ótimas mas tenho uma dúvida, estou em valência e faço escala em Madri, minha escala é de um período muito curto então consigo reembolso do IVA em valência? Esse tipo de reembolso é feito somente no aeroporto?

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Bom dia, dependendo da companhia responsável pelo reembolso, você pode até conseguií-lo em Valência. Seu problema é que você vai ter que carimbar o formulário no aeroporto de Madri. Com uma escala curta, isso pode ser impossível. Sem o carimbo da alfândega, o reembolso fica invalidado.

  12. Olá. Estou estudando em BCN e ficarei até Fevereiro. Só posso solicitar o Tax Free para comprar de produtos dentro de 3 meses à data de retorno? Ou não, já posso comprar agora e reaver as taxas? Obrigado!

    1. Olá, para poder validar a operação, você precisa do carimbo da alfândega. Se você solicitar a devolução das taxas agora e não providenciar o carimbo da alfândega em um curto prazo de tempo, perderá a devolução.

  13. Excelente esse post!!
    entendi que as conexões de pouco tempo não são indicadas para os procedimentos do IVA,contudo não tive opção de voos na conexão, voce teria o contato do escritório citado no post?Posso fazer o envio das notas por correio?Que alternativas tenho?Quais os terminais em Barrajas tem Global?
    Gde abraço e sucesso

    1. Prezada Grace, mencionamos vários escritórios no post, de qual estamos falando? Há duas empresas com nomes parecidos, a Global Blue e a Global Exchange. De qual estamos falando? Veja todas as informações sobre a devolução do IVA em Barajas aqui. Abraço.

  14. Ola, gostei muito do seu post. Tenho uma dúvida, quero comprar um Iphone em Madrid, porém de Madrid vou para Zurique e de Zurique venho para o Brasil. Sabe me informar se consigo o carimbo na Aduanda de Madrid ou de Zurique, uma vez que a Suíça não faz parte da União Europeia. Abraços

  15. Bom dia, parabéns pelo post. Só fiquei com uma dúvida em relação a receber o valor antecipadamente. Se já recebi o valor por que seria necessário o carimbo dá alfândega? Existe alguma coisa que fique no sistema quando dá minha saída do país ?
    Obrigado

    1. O carimbo da alfândega é necessário para demostrar que o produto comprado foi levado para o exterior do país, sendo que a devolução do IVA é um benefício exclusivo para compras de não residentes. Se não existisse essa exigência, um não residente poderia comprar produtos sem IVA para um residente.

      1. Olá, continuo com a mesma dúvida do colega. Depois de solicitar o Tax Free e comprar o aparelho, se eu for numa loja da Operadora na cidade Madri (e não no aeroporto), eles vão me devolver o dinheiro do imposto? Se não vão, qual a vantagem de ir na loja que fica na cidade? Se vão devolver, por que ainda assim tenho que carimbar na alfândega?

        1. Tony | ESPANHA TOTAL

          Eduardo, realmente, não sabemos o que mais podemos acrescentar ao texto acima. Sua última pergunta está respondida logo acima do seu comentário: “O carimbo da alfândega é necessário para demostrar que o produto comprado foi levado para o exterior do país, sendo que a devolução do IVA é um benefício exclusivo para compras de não residentes. Se não existisse essa exigência, um não residente poderia comprar produtos sem IVA para um residente.” A vantagem de receber o dinheiro na cidade (não é toda cidade que oferece esse serviço) é que você pode usar ele para fazer novas compras, só isso.
          O trâmite para a obtenção da devolução do IVA é formado por 3 passos: 1) obtenção do formulário do IVA no momento da compra 2) carimbo da alfândega no formulário 3) devolução do dinheiro por parte da empresa credenciada pelas autoridades. É importante entender que, mesmo que o passo 3) possa acontecer antes que o passo 2), todos são obrigatórios.

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Prezada Marcela, o Espanha Total é um site dedicado a informar sobre a Espanha… nossa orientação é que você procure um site especializado em Roma, sendo que o que é válido para a Espanha pode não ser para a Itália. Abraço.

  16. Bom dia! Tenho duas dúvidas: a primeira se é possível “acumular” o valor da mesma loja, exemplo zara, mesmo qUE sejam em endereços diferentes. Já a segunda é quanto a minha situação, irei de trem de madrid p barcelona e de lá irei para roma, haveria a possibilidade de pegar o IVA de madrid estação de trem ou até mesmo em barcelona?
    Obrigada

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Bom dia, você pode acumular tantos valores como quiser, sempre que cada compra individual tenha um valor mínimo de 90,15€. Você pode receber o IVA no centro de Barcelona, mas o imprescindível carimbo da alfândega deverá ser feito no aeroporto de saída da União Europeia.

  17. Gostei muito, tirei várias dúvidas! Só estou com mais uma, estou na Espanha e pretendo comprar um Notebook aqui (1500€), eu posso receber o IVA antes do meu retorno ao Brasil, ou tenho que fazer o procedimento no mesmo dia da data da volta? Estou em Madrid e a 10 minutos do Aeroporto, por isso a pergunta…
    Aguardo resposta, obrigado desde já!

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Bom dia Raul. A devolução depende muito da empresa conveniada para o trâmite. No caso de Barcelona, por exemplo, há várias empresas que providenciam a devolução do dinheiro no centro da cidade, antes mesmo de viajar de volta para casa. Porém, o trâmite de carimbar as faturas deverá ser feito no seu aeroporto de saída da União Europeia, no momento da saída. Abraço.

  18. Outra pergunta meu amigo…
    Estou querendo levar um Monitor de computador aqui da Espanha, 24″, custa 260€… Qual seria a melhor forma de leva-lo? Sem caixa, despachado, mala de mão? Terei problemas com impostos, na alfândega, etc? Muito obrigado novamente!

    1. Prezad@, no momento estamos viajando. A partir do dia 17 de janeiro, já de volta em casa, responderemos sua consulta com a atenção que merece. Aproveite enquanto isso para dar uma olhada nos textos do site, com muitas informações para ajudar a preparar sua viagem. Abraço.

    1. Olá de novo, Raul. No caso do monitor, consulte sua companhia aérea sobre como pode ser feito o transporte. Na Espanha você não vai ter problema nenhum com impostos, nem no caso do monitor nem no caso do notebook. Porém, precisa consultar as regras da Receita Federal brasileira (veja mais informações aqui). Abraço.

  19. Olá Tony,
    boa tarde!
    Cheguei da Europa na semana passada. Minha última cidade visistada foi Sevilha, depois fizemos conexão em Lisboa para retornar ao Brasil.
    Em Sevilha comprei uma bike para meu filho. Solicitei o preenchimento do formulário Tax Free à loja, mas como a loja não participa do programa Tax Free, eles me deram 3 vias da nota fiscal da bike. No aeroporto de Lisboa, passei na Alfândega e eles carimbaram as 3 vias da nota fiscal. Até aí tudo bem!
    Chegando no Brasil, já enviei 2 e-mails para a loja onde comprei a bike, com a cópia da nota fiscal carimbada pela alfândega, solicitando o reembolso do IVA, mas até o momento não me responderam.
    Perguntas:
    1) Toda loja espanhola é obrigada a reembolsar o IVA para turistas?
    2) Caso a loja não me responda, existe algum órgão espanhol onde eu possa reclamar?

    Desde já agradeço,
    Danilo

    1. Bom dia, Danilo. Para evitar perrengues como o seu, não indicamos a solicitação da devolução do IVA em lojas que não formam parte do programa Tax Free. Unicamente as lojas que formam parte do programa estão obrigadas a realizar o trâmite da devolução do IVA.
      De qualquer jeito, o trâmite é demorado, pode levar várias semanas até receber o estorno do imposto. Você entrou em contato com a empresa para pedir esclarecimentos? A instituição onde você poderia reclamar é o escritório de defesa do consumidor da Junta de Andalucía. Veja mais informações aqui. Abraço.

      1. Tony,
        obrigado pela resposta.
        Eu comprei a bike nessa loja pois trata-se da melhor loja de bikes de Sevilha. Eu pesquisei antes e era a única loja que tinha a bike que eu estava procurando para meu filho. Não tive escolha, infelizmente.
        Já enviei 2 e-mails para a loja, mas até o momento silêncio no rádio…
        Vou entrar em contato com o escritório de defesa do consumidor da Andalucía, conforme orientação sua.
        Se eu conseguir a devolução do imposto, volto a postar aqui. Caso contrário, valeu pela tentativa.
        Mais uma vez, obrigado!
        Abraço,
        Danilo

  20. Sou intercambista e tenho visto de estudante para somente 6 meses, quando voltar para o Brasil posso pedir devolução do IVA? Se sim, posso pedir devolução das compras realizadas em no período que permaneci ou só do último mês (ou dias)? Muito obrigado.

  21. Fiquei indignada que preciso mostrar as malas na alfândega para poder ter o carimbo. Eles nem pedem para mostrar a mercadoria mas as malas tem que estar em mãos. Já tinha feito o check in e perdi toda a restituição. Nunca vi isso.

    1. Na verdade, é responsabilidade do viajante se informar corretamente sobre os trâmites. Você não é obrigada a mostras as malas na alfândega, o que você deve poder mostrar são os produtos para os quais você está pedindo a restituição do imposto. Essa exigência está amplamente divulgada, inclusive nos inúmeros cartazes que há no aeroporto, onde a exigência aparece em gigantesco destaque. É assim na Espanha, em outros países da Europa e até em Singapura.

      1. Eles pediram as malas e não as mercadorias. Eu tinha algumas mercadorias na mala de mão. Fiquei bastante tempo na fila e ninguém mostrou mercadoria. Na Alemanha e Suíça não é assim, não mostrei nenhuma mercadoria. O engraçado é que passa por uma prévia de conferência das notas antes e a pessoa não solicitou minhas malas. Mas OK. Já foi. Só queria expor pois achei que fui muito mal atendida pela alfândega. Parabéns pelo site, me ajudou muito no planejamento da viagem.

        1. Olá de novo, Fernanda. Ficamos felizes de ter ajudado com o planejamento da sua viagem. As regras para a devolução do IVA são iguais em todo o território da União Europeia (por exemplo, pode ver aqui que a Alemanha determina que é preciso apresentar os produtos comprados). É importante entender que os controles alfandegários são sempre feitos por amostragem, o fato de alguém não ter sido inspecionado em algum momento não significa que a regra não exista. Todos os cartazes dão destaque para a obrigatoriedade de estar com os produtos nas mãos (veja, por exemplo, este cartaz da Agencia Tributaria espanhola). Os produtos podem ser apresentados, ou bem antes de fazer o checkin, ou bem depois de fazer o checkin, com as malas já despachadas, desde que todos os proutos relacionados nas notas estejam nas suas mãos Abraço!

  22. Ótimas dicas, parabéns! Tenho uma dúvida, vou para europa agora no dia 10, chego em milão, depois vou para Lisboa, de Lisboa para madri e de madri para Barcelona, onde volto para milão, permaneço por 15 dias e depois retorno ao Brasil.
    Gostaria de comprar um iphone em Barcelona e gostaria de saber se consigo receber o imposto em Barcelona ou se tenho que fazer todo o processo em milão, 15 dias depois, que é quando volto para o Brasil. E consigo encontrar a mesma agencia responsável pela devolução em Barcelona e Milão?
    Obrigada, aguardo resposta.

    1. Bom dia, Lígia. Em Barcelona você vai poder receber a restituição do imposto no centro da cidade (pode ver mais detalhes neste texto do nosso passaporte BCN). Mas será imprescindível que você obtenha o carimbo da alfândega na hora de sair da União Europeia, no aeroporto de Milão no seu caso. Abraço.

  23. Boa tarde, eu sou o Ricardo tenho uma duvida, vou para Madrid e quero comprar uma Iphone em dinheiro não tenho cartão de crédito. O meu retorno é por Lisboa posso receber em dinheiro em Lisboa usando aquele lá seus 3 passos?

  24. Segui as orientações da urna ao lado do posto alfandegário depositado o documento já carimbado pelo ikeya e até hoje, mais de 30 dias, não recebi nenhum valor de crédito ou mesmo ligação ou email comentando qualquer coisa.
    Na urna dizia que se o posto estivesse fechado, era o caso, bastava depositar os documentos e a ficha disponibilizada no balcão, devidamente preenchida com os dados para crédito, fiz isso e nada.

    1. O importante é que você consiga o carimbo da alfândega no formulário entregue pela loja (imaginamos que você esteja falando do Ikea) antes de encaminhar o formulário de volta para a loja, como explicado no texto acima. Só seguindo o passo a passo indicado acima é possível obter o estorno do imposto.

    1. Você pode entrar no Brasil com tanto dinheiro quanto você quiser. A partir de R$10.000, é obrigatório realizar uma declaração de porte de valores.

  25. Bom dia! Otimas dicas. Vou a Madrid em breve e gostaria de comprar um iphone no primeiro dia de uma viagem de 30 dias, posso solicitar o Iva no ultimo dia de viagem tranquilamente? A é saida por Madri mesmo. Outra duvida, quando se refere a apresentar o produto na alfandega, o que eu mostraria? O iphone com caixa, nota etc? Ou apenas o celular? Na questão do valor total da compra ser superior ao permitido do Brasil, posso ser taxada? Muuuito obrigada!

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Boa tarde, Daniela. Pode solicitar o IVA no último dia da sua viagem, sim. Apresente a caixa original, junto com a nota fiscal, mesmo que o iPhone já tenha sido usado. Sobre o Brasil, se a compra é superior ao límite estabelecido pela Receita Federal, você pode ser taxada, o site da Receita conta com muitos esclarecimentos sobre o assunto. Abraço.

  26. Boa tarde, Tony! Obrigada pelas informações. A minha dúvida é a seguinte: estou em Barcelona até julho devido à um intercâmbio e quero comprar um IPhone aqui. Tenho uma viagem agendada em abril para Londres. Posso pedir a restituição do imposto quando sair de Barcelona para Londres, dado que o Reino Unido saiu da União Européia recentemente? E na minha volta, entregar no posto oficial de Barcelona, na Praça Catalunha, o documento com o carimbo da alfandega? Pois meu voo é às 06h20 da manhã e o escritório no aeroporto abre apenas às 06hrs. Apenas uma outra dúvida, uma situação semelhante para Marrocos, seria possível? Muito obrigada!!

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Boa tarde, Maria Clara, seja bem-vinda ao Espanha Total. Seu relógio anda rápido demais, a saída do Reino Unido da UE acontecerá unicamente no dia 30 de março de 2019, rs, rs. Você pode tentar o carimbo da alfândega na saída para o Marrocos. Abraço.

  27. Obrigada pela ajuda, Tony! Hahaha realmente, estão no período de transição! Uma última coisa, você diz “tentar” pois há chances de não conseguir? Conhece alguém que já fez algo parecido? Obrigada e parabéns pelo blog, tem me ajudado muito.

  28. Tenho que apresentar o passaporte brasileiro ou posso apresentar o europeu? Pergunto pq viajo com o europeu, mas levo o brasileiro, porque é necessario. O tax free vale pra quem tem passaporte europeu mas reside fora?

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      A nacionalidade de que solicita a devolução do IVA é irrelevante, o que conta é o endereço de residência da pessoa. Se você tiver passaporte brasileiro emitido por um consulado na Europa, você não vai poder solicitar a devolução do IVA. Se você tiver passaporte europeo emitido por algum consulado no Brasil, vai poder solicitar a devolução.

  29. Bom dia!
    Uma nota de compra na Espanha acima de €90,15 ficou para trás sem o refund.
    Quanto tempo tenho para voltar a Europa e recuperar o Vat?

    1. Tony | ESPANHA TOTAL

      Boa noite, Alexandre, você tem 3 meses a partir da data da compra. Lembre-se que você deverá estar com as mercadorias no momento de solicitar o carimbo da alfândega.

  30. Bom día. Compre varias rompas me Barcelona e coloquen rudo emú más mala que también adquirí me Barcelona. Para conseguir o cariño da alfandega posos fase-lo antes de despachar a mala no checa in.

  31. a volta para o Brasil sai de Barcelona com escala em Paris? Devo solicitar o IVA em Barcelona? o tempo da escala é muito curta? Eu li 3 vezes mas ainda estou achando confuso o procedimento!

  32. Tony | ESPANHA TOTAL
    Tony | ESPANHA TOTAL

    Como você deve entender facilmente, não podemos responder sua primeira pergunta, sendo que não contamos com absolutamente nenhuma informação sobre sua passagem. Você deve carimbar a documentação do IVA em Paris. Também não podemos responder sua terceira pergunta, não fazemos a mais mínima ideia de qual é o tempo da sua escala. Tente ajudar a gente fornecendo todas as informações necessárias para poder tirar suas dúvidas.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *