Menu

10 dicas para economizar na sua viagem à Espanha

Quem não gosta de poupar algum dinheiro, ainda mais se tratando de euros? Se esse é seu caso, selecionamos 10 dicas para economizar na Espanha, que podem resultar em uma boa economia durante sua viagem ao país. Mesmo estando no time dos países mais em conta da Europa, sempre existe a possibilidade de dar uma enxugadinha no orçamento da sua viagem à Espanha. Continue lendo para saber como.

Bilbao

1. Economize comprando uma passagem open jaw (multidestinos)

Na hora de pesquisar seu voo para a Espanha, experimente a possibilidade de comprar uma passagem open jaw. Não se preocupe, já vamos explicar o significado do termo. Uma passagem open jaw é uma passagem de ida e volta, porém com a chegada em um destino e a saída em outro diferente. Para deixar mais claro, você voa de A (por exemplo, São Paulo) até B (por exemplo, Barcelona), e volta de C (por exemplo, Madri) para A (no exemplo, São Paulo). O transporte entre B e C é por sua conta.

Uma passagem open jaw não é necessariamente mais barata que uma passagem convencional de ida e volta a partir dos mesmos aeroportos, mas é muito interessante porque elimina a necessidade de voltar para a cidade de chegada na Espanha. Se você compra uma passagem de ida e volta para Madri, no final do seu roteiro pela Espanha, você terá que voltar (e pagar uma passagem de avião, trem ou ônibus) até Madri.

Uma passagem open jaw facilita o planejamento de roteiros circulares, otimizando seu tempo ao máximo.

A estratégia de comprar uma passagem open jaw, no caso da Espanha, envolveria uma entrada por Madri e uma saída por Barcelona, ou vice-versa.

Importante, uma passagem open jaw se torna ainda mais interessante e vantajosa no caso de uma viagem visitando vários países da Europa. Pense em, por exemplo, um voo de ida Brasil-Madri e um voo de volta Londres-Brasil. Aproveite a estratégia se você estiver planejando viajar pela Europa.

Como comprar uma passagem open jaw? A maioria das companhias aéreas permite pesquisar passagem do tipo open jaw. É só escolher a opção “multi-cidades” ou “multi-destinos” (ou termos similares, a opção pode ser diferente de uma companhia aérea para outra). Se precisar de ajuda, um bom agente de viagens também vai conseguir emitir uma passagem open jaw para você.

2. Economize analizando o calendário

Apesar de que nem todo mundo conta com flexibilidade para escolher as datas das suas férias, todos os viajantes deveriam estudar com atenção o calendário de eventos de cada destino antes de incluí-lo nos planos de viagem. Viajar para Barcelona durante a celebração do Mobile World Congress ou para Sevilha ou Málaga durante a Semana Santa pode causar um gigantesco estrago no orçamento. Em geral, quem viaja na temporada baixa (que na Espanha inclui todos os meses do ano exceto julho, agosto e os feriados), conta com preços mais amigos, tanto no transporte como na hospedagem.

Leia com atenção nosso texto quando ir e identifique as datas mais importantes no nosso calendário anual.

3. Economize na escolha do transporte para se locomover dentro da Espanha

Quem visita a Espanha à turismo vai acabar escolhendo, para se locomover entre as cidades visitadas, entre quatro meios principais de transporte: o carro alugado, o ônibus, o trem e o avião. Do ponto de vista do orçamento, cada opção tem suas vantagens e desvantagens:

  • o carro alugado é uma opção que pode sair muito em conta no caso de quatro passageiros ou mais, principalmente fora das grandes cidades.
  • o ônibus pode ser a opção mais em conta, mas o tempo de duração da viagem (mais demorado, quando comparado com os demais) deve ser contabilizado na hora de avaliar se é a melhor opção para sua viagem.
  • o trem pode ser uma opção mais cara, em especial o trem-bala, principalmente quando a passagem é comprada na última hora. No entanto, a velocidade de deslocamento pode compensar seu custo mais elevado.
  • o avião é quase imprescindível para chegar nas Ilhas Canárias, e uma boa opção para visitar as Ilhas Baleares. Dentro da Península, costuma ser uma opção para deslocamentos importantes ou com comunicações deficitárias como Santiago-Barcelona ou Granada-Barcelona.

Para saber aproveitar melhor dois dos meios de transporte citados acima, contamos com dois extensos especiais com tudo o que você precisa saber sobre dirigir na Espanha e tudo o que você precisa saber sobre o trem-bala na Espanha. Estude-os com carinho, as informações contidas nos textos vão ajudar você a economizar nas suas decisões de compra. Uma dica muito valiosa, por exemplo, é que, no caso da compra de passagens para viajar de trem-bala, está seja feita no site da companhia espanhola de trens, a RENFE, e não no site de revendedores como a RailEurope, que cobram comissões muito altas pelo serviço.

4. Economize na hospedagem

A despesa com a hospedagem representa uma fatia muito importante no orçamento de qualquer viagem. Veja a seguir três dicas para economizar com a hospedagem na Espanha:

  • quando você considera buscar um hotel em uma cidade, com localização menos central, certamente encontrará tarifas mais em conta. Porém, não exagere procurando hospedagem distante e fora de mão para que a economia em dinheiro não se transforme em um grande mico. Não deixe de levar em conta, durante o processo de seleção do local de hospedagem, o tempo que você vai perder nos deslocamentos e a despesa adicional que vai ter que fazer com transporte até o centro da cidade.
  • se você não é do tipo que precisa de um café da manhã farto, no estilo daquele servido nas pousadas brasileiras, pode economizar muito no valor da sua diária, buscando opções de hospedagem sem café da manhã. Em quase todas as cidades espanholas há inúmeros bares e cafés onde você vai poder tomar um café, um suco, um doce ou uma torrada por um valor muito menor que o cobrado pelo hotel. Querendo acrescentar uma fruta, você sempre vai encontrar muitas quitandas também.
  • peça ajuda dos especialistas (a gente!). Adoramos tentar ajudar com a escolha do melhor hotel para cada viajante. O Espanha Total conta com seções muito detalhadas sobre a hospedagem em Granada, em Madri, em Menorca, em Sevilha e em Valência. Além disso, respondemos dúvidas sobre hospedagem em qualquer outra cidade da Espanha. No passaporte BCN, nosso guia inteiramente dedicado à cidade de Barcelona, contamos com uma consultoria gratuita sobre hospedagem.

5. Economize na comida

Espanha é um dos países da Europa onde ainda é possível comer fora por preços muito razoáveis. Mas se você quiser que sua economia seja ainda maior, aproveite o grande amigo do viajante: o menú del día. Para tentar estabelecer uma comparação, a grosso modo, com alguma coisa que conhecemos no Brasil, o menú del día seria uma espécie de PF, prato comercial ou executivo brasileiro. O menú del día típico inclui várias opções de primeiro prato, segundo prato e sobremesa, para que você escolha somente um de cada item para compor seu próprio menu. O menú costuma incluir também pão e uma bebida. Tudo por um preço fixo.

Então, faça do almoço a sua principal refeição do dia, procure sempre algum restaurante que ofereça o menú del día e economize no orçamento dedicado à alimentação.

6. Economize com as atrações gratuitas

Todas as grandes cidades da Espanha contam com diversas atrações gratuitas. Aliás, em muitos casos, um passeio pelo centro histórico das cidades já é a maior das atrações, e você unicamente vai gastar a sola do seu sapato na atividade!

Além daquelas atrações que são sempre gratuitas, vale a pena se informar sobre os horários gratuitos de visitação em atrações pagas. Lugares como o Museu del Prado em Madri, o Real Sitio de San Lorenzo de El Escorial, próximo de Madri, o espetacular Hospital de la Santa Creu i Sant Pau em Barcelona e o fantástico Museu Nacional de Arte de Catalunya, também em Barcelona, têm horários de visitação gratuita.

Somente atrações de muito destaque, geralmente em mãos de fundações ou da igreja católica, não contam com horário de visitação gratuita (como a Sagrada Família de Barcelona ou La Alhambra de Granada).

Veja os textos que dedicamos a apresentar as atrações gratuitas em Madri e as atrações gratuitas em Barcelona.

7. Economize aproveitando os descontos

A maioria das atrações turísticas pagas oferecem descontos para idosos (veja o texto descontos para aposentados e idosos na Espanha), estudantes e deficientes. Algumas oferecem também descontos para professores. Não deixe de pesquisar se você tem direito a algum desconto.

No caso dos estudantes, é muito importante tirar a carteira de estudante ISIC para conseguir esses descontos. No caso das pessoas da melhor idade, um documento de identidade mostrando a data de nascimento é imprescindível.

Consulte também as vantagens oferecidas pelos sites que vendem ingressos online. O melhor exemplo é a Visit Barcelona Tickets, a loja oficial de turismo de Barcelona, que oferece descontos ou outras vantagens nas compras feitas online para a maioria dos produtos que oferece.

8. Economize nas compras

O que seria de uma viagem de brasileiro para o exterior sem as compras? Os preços na Espanha, que não são tão amigos quanto na Flórida, são muito competitivos quando comparados com outros países da Europa, e a tentação de ir às compras é grande.

Na hora de fazer suas compras, não se esqueça que você pode ter direito a solicitar a devolução do IVA.

Lembre-se também que as lojas do El Corte Inglés oferecem um sedutor desconto de 10% para turistas não residentes na Espanha. Combine a devolução do IVA com 10% de desconto (geralmente aplicado à futuras compras) e pode resultar em uma ecomonia muito, muito interessante.

9. Economize organizando inteligentemente seus passeios

Um passeio devidamente organizado, aproveitando seu tempo ao máximo, é com certeza uma das formas mais efetivas de economizar dinheiro. Para ajudar você com a otimização da sua viagem pela Espanha contamos com uma consultoria de roteiros, e para que seu tempo nas cidades visitadas renda ao máximo, contamos com guias muito detalhados dedicados a desvendar as cidades de Barcelona, Córdoba, Granada, Madri, Sevilha, Toledo, Valência e Zaragoza.

Muitos leitores dos nossos guias acharam que a aquisição deles foi um dos melhores investimentos que fizeram na sua viagem à Espanha. Para conhecer o que os leitores já opinaram sobre os guias dê uma espiadinha aqui.

10. Economize pedindo ajuda aos especialistas

As caixas de comentários do Espanha Total e do passaporte BCN estão abertas para todos nossos leitores. Nelas você consegue, de forma gratuita, orientações para aprimorar o planejamento da sua viagem à Espanha. Aproveite-as para tirar as dúvidas sobre sua viagem, caso você não estiver sabendo ainda, temos o maior prazer em tentar ajudar!

Para quem visita a Espanha pela primeira vez, indicamos a leitura dos textos dicas para uma primeira viagem à Espanha, 10 dicas para viajar melhor pela Espanha e 10 erros no seu planejamento da viagem à Espanha.

BCN-CAD-COR-GRA-MAD-SEV-TOL-VAL-ZAZ

14 comentários em “10 dicas para economizar na sua viagem à Espanha”

  1. Avatar

    Bom dia!
    Estamos indo morar por poucos meses em Almeria – Espanha.
    Vamos na última semana de agosto e voltaremos no meio de Janeiro de 2018.
    Eu, meu marido (que vai fazer parte do doutorado lá) e nossas duas filhas (uma de 4 anos e uma de 2 anos).
    Tenho lido o blog e não encontrei ainda em minhas leituras algo relacionado a atrações voltadas às crianças na Espanha em geral. Teriam alguma indicação de passeios interessantes para famílias com crianças nestas idades?! Parques temáticos, por exemplo? Ou outros passeios educativos?
    Como ficaremos por lá durante bastante tempo, poderíamos planejar a visita a diferentes regiões a depender da época.
    Outra questão: entre os 8 guias oferecidos por vcs, haveriam estas informações voltadas a famílias em viagem com crianças?
    Ainda não comprei nenhum guia mas me interessaria bastante este tópico!
    E por último, li uma informação a respeito de multas na Espanha e mencionava a necessidade de uso de assento adaptado para crianças abaixo de um metro e meio. Pergunto: vcs sabem dizer se as locadoras disponibilizam estes assentos? E não seriam as tais cadeirinhas, eh isso? São apenas elevações?
    Agradeço desde já qualquer orientação prestada!
    Abraços!

    1. Avatar

      Boa tarde, Tatiana, seja bem-vinda ao Espanha Total. Estamos desenvolvendo o conteúdo do site aos poucos, a Espanha é interminável e inesgotável e estamos dando prioridade às orientações gerais antes de começar a tratar com mais detalhe assuntos como as viagens com crianças. No passaporte BCN, nosso site dedicado inteiramente à cidade de Barcelona, contamos com uma entrada bastante completa sobre o assunto, é o texto Barcelona para crianças. E também contamos com um dossiê especial sobre o maior parque de diversões da Espanha, Port Aventura.
      O conteúdo principal dos nossos guias de cidades tem os roteiros de visitação como base. São roteiros autoguiados, com um grande nível de detalhe, para que você não precise se preocupar na hora de visitar uma cidade, sabendo que vamos acompanhar você virtualmente para que aproveite seu tempo ao máximo, conhecendo os principais pontos de interesse de cada cidade. Mas eles não contam com seções específicas para crianças sendo que, na verdade, para visitar lugares de interesse específico como parques de diversões não existe a necessidade de desenhar um roteiro.
      Contamos com mais um dossiê especial com tudo o que você precisa saber sobre dirigir na Espanha. Pode aproveitar para deixar sua dúvida sobre os assentos no texto dicas para alugar um carro na Espanha. Abraço.

      1. Avatar

        Oi, Tony! Nossa, fiquei bem contente com as suas indicações de leitura nos links Crianças em Barcelona e Port Aventura!!! Quantas opções específicas para crianças!!
        Na verdade, as crianças têm uma capacidade de se divertir com pequenas coisas (a depender tb da conduta dos adultos q as acompanham!)! Um simples playground ou uma área verde já fazem sua alegria!!
        Mas as atrações diferentes também são muito ricas para o desenvolvimento dos nossos pequeninos neh?!
        Assim, acho q nos divertiremos, por exemplo, passeando de trem-bala, ou pelos Pueblos Blancos, ou em uma praia, claro!!!
        Mas suas dicas de programas mais específicos foram bem úteis e bem vindas!!! Muito obrigada!!!
        Penso q lá na região de Almería tb descubramos diversões interessantes às crianças e, podendo, compartilharei com vcs!!
        Por fim, agradeço tb pelo toque sobre o assunto “assentos” para crianças. Continuarei a buscar informações!!
        Grande abraço e parabéns não somente pela riqueza de informações do blog, mas tb pela prontidão nas respostas!!!

        1. Avatar

          Olá de novo, Tatiana, achamos sempre muito difícil desenhar roteiros para crianças precisamente porque não há duas famílias iguais, há crianças que se integram perfeitamente nos roteiros dos adultos, curtindo qualquer divertimento no caminho (parquinho infantil), há outras que precisam de passeios desenhados especificamente para elas. Com certeza vocês vão descobrir muitos lugares interessantes para a família toda em Almería, uma parte da Espanha que não conhecemos e sobre a qual não existe procura de informação. Está distante do eixo mais buscado pelos turistas estrangeiros. Abraço.

  2. Avatar

    Tony boa noite. Estamos chegando dia 27/01 em Barcelona e queria que nos ajudasse com a ideia de gasto com alimentação por lá. Quanto custa o menu del dia em média por exemplo? Quanto pago num almoço simples e bacana por exemplo? E com bebida? Quanto custa vinho e cerveja na rua? E um cefe??
    Grande abraco

  3. Avatar

    Boa noite!!!
    Estou indo pela primeira vez com minha família para a Espanha. Ficaremos por 10 dias e gostaríamos de conhecer Madrid e Barcelona. Temos interesse em estádios de futebol. Ainda não fizemos a reserva da hospedagem. Pensamos em alugar um apartamento. Acha uma boa ideia. Quais os melhores bairros em ambas cidades? Muito obrigada pela atenção!

  4. Avatar

    Olá Tony,
    Conheci seu site hoje e achei muito rico em informações! Voce possui algum post onde fala sobre os custos diários (em refeições, hospedagem etc) ? Se sim, me envia o link.
    A Espanha é um país relativamente barato, se comparado com a França, Alemanha? O Euro está muito caro. rs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima